Grana do ‘Criança Esperança’ não chega às crianças

Renato Aragão é idealizador do Criança Esperança

Lucro da emissora impressiona e campanha de caridade gera crítica nas redes sociais.

O brasileiro costuma ser um povo “mão aberta” e muito generoso, especialmente quando o assunto é ajudar o próximo. No entanto, uma campanha realizada pela principal emissora do país, a Rede Globo de Televisão, está gerando enorme repercussão nas redes sociais. O ‘Criança Esperança’, idealizado pelo humorista Renato Aragão e pelo grupo que formava ‘Os Trapalhões’ chega a mais um ano de vida em 2016. Nos dias 2 e 3 de julho, acontece o chamado ‘Viradão da Esperança’, em que toda a programação estará voltada para a campanha, que já começa logo cedo, com uma edição especial do programa ‘Como Será?’. 

O que intriga a muitos é o fato da Globo pedir quantias em dinheiro ao invés dela mesma não ajudar ao projeto do ‘Criança Esperança’. Sobre essa polêmica, o canal já se defendeu diversas vezes. A parceria da rede de TV é com a Unesco, uma organização vinculada à ONU e todo o dinheiro do projeto vai diretamente para a conta dessa ONG que cuida dos interesses de crianças e adolescentes em todo o mundo. Além disso, a emissora apoia diversos projetos culturais e sociais através da ‘Fundação Roberto Marinho’ e de “braços” importantes, como o ‘Globo Teatro’. 

No entanto, toda a crítica gira em torno da receita milionária do Grupo Globo. De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin, só no ano passado o canal lucrou R$ 2,35 bilhões. O número acabou caindo em relação aos últimos anos por conta da crise. Ainda não há uma perspectiva para o lucro desse ano. Em 2014, o valor líquido do lucro do grupo foi de R$ 2,5 bilhões. O faturamento da Organização, no entanto, seria bem maior. No ano passado, o ‘Criança Esperança’ conseguiu arrecadar através de brasileiros, já enfrentando a crise, R$ 22 milhões. Esse valor é menos de 1% do total do lucro líquido da emissora no mesmo ano. Daria para dizer que as Organizações do Grupo Globo lucraram mais de 100 vezes o valor que eles pedem para o seu programa de caridade. Por telefone, telespectadores podem doar entre R$ 7 e R$ 40. “Acho que para cada real doado a Globo deveria doar outros dois. Aí toda essa polêmica acabava”, sugeriu um internauta.

Fonte: BlastingNews

Author: Lou H. Mello

Olha só, pessoal assíduo no meu blog profissional já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc. Pessoalmente, dou pouco valor a tudo isso. É mais um mercado, apenas, onde as universidades acreditam ter o monopólio dos diplomas. Ledo engano. A ajuda é sempre muito relativa. Estudei a Bíblia e ainda o faço, dei aulas em várias escolas teológicas, até o pessoal encerrar minha carreira, nessa área. Acho que não me achavam adequado, sei lá. Legal mesmo, foi viajar por aí a pampa, com destaque à missão para a Albânia, em 1979 e países da África em 1981. Depois disso rodei muito pelos EUA e Europa, mas nada demais nisso. Tenho espírito missionário, acho, mas nos EUA estava mais interessado em fazer um pé de meia. Não deu certo. Mas aprendi muito por lá, onde há muito a aprender.
Atualmente, acalento o Projeto Corações Valentes e tento manter dois ou três clientes, aos quais presto consultoria na área de Desenvolvimento (Comunicação e Captação de Recursos), algo que aprendi com os norte-americanos, campeões nessa área, , sobretudo, com Dr. Dale W. Kietzman, meu mentor em marketing para organizações não lucrativas. Entretanto, e aos poucos, acho que estou de coisa com a mudança comportamental, de tanto buscá-la para mim mesmo. Culpado disso foi o Dr. Zenon Lotufo Jr, que investiu em minha pessoa, muito além do normal. Talvez 2017 me abra algumas portas nessa área,
Esse blog surgiu como a forma ideal para a prática de algo que sempre gostei muito de fazer, ou seja, escrever e me livrar dessa coisa interior que pressiona meu peito e pode me matar. Tenho alguns projetos de livros em andamento, quem sabe ainda edito um ou alguns deles, antes de fazer a travessia.
Gosto de escrever, de música, literatura em geral, educação, astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei), educação física e, de vez em quando, dou um ou outro pitaco nessas áreas também. Sou o principal leitor de tudo que escrevo. Ter leitores sempre foi algo inimaginável, enfim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *